Procura-se reciprocidade - GeekSly - Um Cara Tímido e Geek

Procura-se reciprocidade


Uma das coisas que mais fazem o pessoal sofrer é achar que possui algo, ou certas pessoas, como se pertencessem a nós. Não digo só de amigos ou paixões amorosas. Digo de tudo. Na nossa cabeça, o amigo, objetos, emprego, pertencem a nós, mas vamos colocar uma virgula porque não é bem assim.

Sabe o que exatamente pertence a nós? Exatamente. Tudo aquilo que temos conosco. Não digo, roupas, objetos e afins. Digo, nossa vida, sentimentos, nosso raciocínio. Todo o resto em volta, pertence ao universo, e mesmo querendo, nada disso vai ficar conosco eternamente.

Quem e o que você tem ao seu redor, irão te acompanhar até quando não sermos mais do interesse ou propício. Não adianta o quanto essa pessoa te ama, se ela perde o interesse o jogo acaba. Seu amigo pode não querer mais sua amizade, o amor que você sente por seu parceiro (a) pode acabar, como pode acontecer o oposto, alguém pode te assaltar e levar seus objetos de valor, onde você trabalha pode ter um corte de funcionários e você ser um "desses".

Se isso acontecer com você, fique tranquilo, porque simplesmente essas coisas só estavam conosco de passagem e coisas boas irão vir. Ninguém deixa de amar a toa, ninguém destrói amizades em vão, e ninguém é demitido por bobagens.

O que acontece no relacionamento, é que quando ele começa a ficar monótono, o amor começa a esfriar, a vontade de ficar juntos começa a ir embora, e quando se dão conta, estão juntos por estarem carentes. Aí entra o quesito reciprocidade. Onde há amor, a reciprocidade. Você realmente quer perder seu tempo, correndo atrás de alguém que não quer seu bem, do que ser feliz sozinho e encontrar o(a) perfeito no futuro?

Você só perde amor, quando para de receber. Você só perde seus amigos, quando fica distante e demonstra pouco interesse, você só perde seu emprego se não se dedicar bem. Na verdade esses não são 100% dos motivos, mas cá entre nós, uma dessas coisas acima já aconteceu com você né?

Você pode ser o culpado, eu posso ser o culpado, eles podem ser o culpado, mas não temos controle daquilo que não nos pertence.

Por isso eu procuro viver o momento, e viver onde tem reciprocidade. Se já se esgotou em devido lugar, vou pra outro, porque ninguém vive nada sem ser reciproco. Ninguém. Pelo menos, não vive feliz.

Então se você procura ser feliz, cabe a você escolher o melhor pra si mesmo. Dê seu melhor, compartilhe suas verdades, e não se preocupe em possuir pessoas ou bens, quando for pra ser será. Pare de se preocupar, porque quem permanecer na sua vida, poderá ser a pessoa dos seus sonhos, e com ela vem a reciprocidade. E por fim, seremos finalmente felizes.
Tecnologia do Blogger.