Ele(a) terminou comigo, e agora? - GeekSly - Um Cara Tímido e Geek

Ele(a) terminou comigo, e agora?

Está de coração partido? Leia essa matéria.

coração partido, namoro, traicao, auto-ajuda, problemas
Às vezes você já se sentiu sozinho? Pare tudo que estiver fazendo. Sim, pare agora e leia o que tenho a dizer. Com certeza você está triste, sem saber o que fazer e provavelmente se debulhando em lagrimas. Mas pense, essa pessoa que “terminou” contigo não merece esse gostinho de te ver sofrer. Sério, eu e quase toda população do mundo já passou por isso.
É normal, mas de tantos tombos que tomei, aprendi que não vale a pena sofrer por porcaria. Se você continuar nessa fossa e não quiser sair, eu não vou poder ajudar. A não ser que eu busque você pelo cabelo, mas aí é outro caso. Enfim, se tem algo que lembre essa pessoa, desfaça. Músicas, apague por um tempo. Filmes ou séries, deixe de assistir. Roupas, perfumes, ou outros objetos, jogue fora mesmo sendo difícil, ou, deixe de usar por um tempo, até se sentir 100% limpo e desinfetado.
Não fique nessas de “um dia ele volta”, “ele ainda me ama”, ou o c-ralho a 4, porque pode não acontecer. Já pensaram nessa possibilidade? E também, tire essa de "ele terminou comigo", pense assim, "eu me livrei dele", porque se não aconteceu, não era pra acontecer. É difícil, mas nada é pra sempre.
Então, um dos maiores motivos do relacionamento acabar é cair na mesmice, ficar monótono. E não digo somente de sexo. A convivência pode ficar chata, sem nenhuma novidade, vocês não fazem coisas interessantes juntas e por aí vai.
Se o caso for traição da sua parte, esquece, porque você vacilou e não tem desculpa para isso. Mas se for da parte dele, esqueça também, porque se ele fez isso, é porque vocês não estavam dando certo, ou ele (a) é um(a) cachorro(a) mesmo.
Também temos o caso de rolar um problema com seu parceiro (a) e com medo de te contar, resolver terminar. Mas se aconteceu realmente isso, ele pode voltar, quando estiver preparado e se abrir com você, porém, isso não pode acontecer. Por isso digo, é melhor se desapegar, do que criar uma ilusão na cabeça.
Digo também, que o ditado “um amor cura o outro” não existe. Porque você pode conhecer uma pessoa superinteressante, incrível, perfeita a seus olhos, e não tirar o antigo amor da cabeça. De tempo ao tempo, respire, apenas viva. Não procure o amor, porque você vai aceitar a primeira coisa que aparecer.
Se precisar desabafar, me mande um e-mail, me chame na DM do Twitter, no direct do Instagram, no Facebook, dá um jeito. Estou aqui para ouvi-los.


Tecnologia do Blogger.